Busca

Hotmind Review


Um review real



E a serie mais cara da televisão atual é lançada, The Crown – A Coroa, e com toda pompa e respeito que merecem os Reis e Rainhas, ela chega mostrando que veio para seduzir e impactar o expectador, fazendo um belo retrato da Coroa Inglesa.

A série, com 10 episódios tem inicio mostrando os eventos que antecederam ao reinado da Rainha Elizabeth II (Clare Foy), que ainda reina poderosa com seus 90 anos de idade.

The Crown nos capta mostrando uma jovem apaixonada, recém-casada e criando seus filhos, sonhando em ter uma vida mais calma, esperando que o Rei Jorge VI (Jared Harris), viva muitos e muitos anos, mas é surpreendida pela vida ao ter que lidar com a doença misteriosa de seu querido pai.

O estado de saúde do Rei Jorge automaticamente modifica a agenda pessoal do casal Elizabeth e Filipe (Matt Smith), que agora tem uma grande responsabilidade pela frente, tentar conciliar vida familiar, seus atuais dois filhos, Charles e Ana e o que o povo britânico espera e precisa.

A cada episódio, conhecemos a vida pessoal de cada personagem ligado à realeza, o ambiente político é amplamente mostrado em todas as suas esferas, sempre se relacionando diretamente com a vida pessoal da Jovem “lilibeth”, que agora terá que aprender o nível de renuncia que teria que viver a partir do momento que recebesse o titulo de Rainha.

Temas como casamento, igreja e estado, machismo, educação feminina, família X dever, representação da mulher, estão todos inseridos no decorrer dos episódios, seja nas entrelinhas ou descaradamente, pois é evidente, e lamentável que, o que hoje identificamos como machismo não era percebido dessa forma, mesmo na monarquia, mesmo quando você é a rainha.

the-crown-3

Desde o inicio vemos as regras consideradas absolutas pela monarquia e igreja, e nesse ponto, marido e familiares ajudam a mostrar que apesar de todo o requinte, beleza e poder, a dor de cabeça era e é uma constante na vida de Elizabeth. Mostrando que, apesar da alcunha de “seres divinos”, a realeza é tão humana e falha como qualquer um de nós.

A primeira temporada dedica-se ao primeiro ano de reinado da rainha, a gloria e o peso que a coroa britânica representa. A História (de Peter Morgam) busca equilibrar a realidade com conteúdo fictício, querendo preencher as lacunas daquilo que não se tem resposta fácil por parte do trono inglês.

Direção (Stephen Daldry), cenários, figurino, ambientação, o elenco, tudo dá um show. Os atores engrandecem ainda mais os personagens que vivem nos passando toda a emoção necessária para que continuemos nos admirando com os detalhes e curiosidades não expostas pela monarquia.

Saber que estamos assistindo uma série sobre alguém que esta aí reinando até hoje, e ter vivido (pela mídia) parte das coisas que aconteceram a essa mulher e a seus familiares, dá outro ar a série, tem outro sabor, faz você inclusive entender reações consideradas estranhas por parte da realeza. Uma crescente admiração pela pessoa da Rainha Elizabeth é inevitável, inclusive.

Se você gosta de tramas políticas e pessoais, unidas a renuncia e heroísmo, com uma pitada de aula de historia, não deixe de conferir. Vale a pena “curva-se” a saga da coroa.

Texto por: Michelle Ramos | Roteirista de Histórias em Quadrinhos e Criadora do Zine Brasil, especializado na valorização e divulgação do Quadrinho Brasileiro.

Veja o trailer aqui:

 


11 de novembro de 2016, por Chewbaca Jones

  • Washington Azevedo

    Realmente, agora sim estou com muita vontade de assistir essa série!!!!

Loja
Apareceu na mídia

© 2014-2015 Design Brazuca Comunicação Integrada

Todos os Direitos Reservados | As Marcas apresentadas nesse site e no canal são de propriedade dos seus respectivos idealizadores.